A simbologia das cores na Comunicação | SURGE
15957
post-template-default,single,single-post,postid-15957,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Simbologia das Cores na Comunicação

Simbologia das Cores na Comunicação

As cores têm uma grande influência na nossa vida. Ainda antes de sabermos pronunciar os seus nomes, já elas nos chamavam a atenção e tínhamos as nossas preferidas. Não é por acaso que os brinquedos de bebé são sempre muito coloridos e com cores vibrantes. Assim, hoje vamos falar-lhe sobre a simbologia das cores na Comunicação.

Desde os primórdios do ser humano que usamos as cores e o desenho para comunicar – são exemplo disso as gravuras rupestres, as pinturas corporais nos guerreiros (ainda bastante utilizadas nos povos indígenas), etc. As cores sempre foram uma forma de transmitir ideias, estados de espírito e enviar mensagens. O uso das cores na comunicação não é diferente.

Por todo o mundo temos códigos de cor que se repetem, que são universais. São exemplo disso os semáforos (verde, amarelo e vermelho), o branco associado à paz, o verde associado à ecologia, entre outros. O facto de certas cores já estarem tão associadas a determinada simbologia faz com que, inconscientemente, julguemos a forma como são usadas de acordo com a simbologia que lhes atribuímos. Isto é, o laranja costuma transmitir-nos mais energia e animação, enquanto o branco nos lembra a tranquilidade e a pureza, e isso passa para a ideia que construímos das marcas que utilizam essas cores.

Sendo assim, aquando da criação da identidade visual da marca, nos flyers e campanhas produzidas há que levar em consideração as cores utilizadas e o que estas transmitem ao nosso público-alvo. Daí ser de máxima importância conhecer bem o nosso público, o que ele gosta e como este interpreta as cores.

O logótipo da sua marca/empresa é a primeira coisa que as pessoas veem e que será a sua apresentação ao mundo, é como uma primeira impressão, ou convence ou não. A preocupação com as cores utilizadas deve começar logo desde a criação do logótipo, que será o que vai acompanhar a sua empresa em qualquer circunstância e suporte.

Apresentamos-lhe então agora alguns exemplos de significados das cores:

  Branco – Paz, Harmonia, Tranquilidade, Pureza, Inocência, Fé, Graça

  Prateado – Distinção, Profissionalismo, Melancolia, Neutralidade, Estabilidade

  Amarelo – Otimismo, Alegria, Prosperidade, Comunicação, Iluminação, Calor

  Dourado – Riqueza, Elegância, Exclusividade

  Laranja – Força, Energia, Vitalidade, Sucesso

  Vermelho – Paixão, Sexo, Energia, Excitação, Motivação, Fama, Impulsividade, Juventude

  Rosa – Amor, Romantismo, Ternura, Ingenuidade, Doçura, Sedução

  Roxo – Espiritualidade, Mudanças, Magia, Mistério, Fantasia, Justiça, Devoção, Consciência

  Azul Claro – Saúde, Tranquilidade, Harmonia

  Azul – Maturidade, Verdade, Viagens, Intelectualidade, Paz, Relaxamento

  Verde – Esperança, Ecologia, Saúde, Vitalidade, Natureza, Segurança, Juventude

  Castanho – Confiança, Profundidade, Seriedade, Melancolia, Solidez

  Preto – Respeito, Medo, Solidão, Sabedoria, Seriedade

Veja agora como algumas das marcas mais conhecidas do mundo se posicionam em termos de cores na comunicação:

 

Como pode ver, a cor escolhida para a comunicação da nossa marca é um fator importante na forma como vamos ser percecionados no mercado e que não deve ser descurado. Algumas empresas já são bastante antigas e, aquando da sua criação, ainda não havia tanta informação  ou sensibilidade para estes assuntos, o que faz com que a sua imagem esteja algo desatualizada e que precise de um rebranding, uma remodelação.

Quer esteja a pensar criar a sua empresa ou já tenha um negócio estabelecido, perca algum tempo a analisar esta questão, garantimos-lhe que valerá a pena!